Roteirista da TV Globo realiza oficina no Idade Mídia

Na sexta-feira (dia 14 de agosto), o grupo Idade Mídia recebeu a aclamada roteirista de televisão e cinema Laine Milan. Ela faz parte da série de oficinas que o projeto oferece durante o ano. A turma de estudantes do o Idade Mídia estão em fase de produção de um filme, de roteiro original, que deve ser lançado em novembro.

idade_midia_002

Com uma trajetória inspiradora e de sucesso, que reúne experiência em vários campos (a maioria deles relacionados ao cinema), hoje em dia Laine trabalha principalmente como roteirista na elaboração de series para  a televisão.

idade_midia_001

Ela teve o cuidado de desenhar uma atividade montada exclusivamente ao Idade Mídia; foi um privilégio para nós”, disse o jornalista Alexandre Sayad, um dos coordenadores do Idade Mídia.

Após explicações de termos básicos usados por roteiristas, Laine começou a bombardear o grupo com perguntas simples, mas desestabilizadoras, que acabariam por guiar não só ela como o grupo ao entendimento e consolidação da história.

O curta-metragem do grupo, que será lançado no final do ano, tem como centro um bartender, que em um momento de alucinação vê cenas que refletem a sua própria vida a partir de outros personagens que visitam seu bar.

O grupo logo percebeu que havia diversas questões a serem respondidas antes da formulação da história, tais como: como será essa pessoa? Azedo, amargurado, depressivo, rancoroso ou  simpático e alegre? E que histórias necessariamente representam a sua vida? Qual é o conflito que ele vive e que será contado no filme? O que leva ele a refletir sua vida? Como as cenas de sua vida serão representadas?

Fazer um curta não parecia ser tão complicado: uma câmera, alguns atores, uma história legal, uma tarde e boa vontade pareciam bastar. Laine nos deu uma ideia de quão complexa será essa trajetória, ao mesmo tempo em que nos mostrou como motivadora e incitante será”, contou a estudante Alexia Finkelstein.

“O roteiro se compara ao encanamento de uma casa”, repetia Laine, citando sua amiga Chris Riera, que dedicou parte da sua carreira na conhecida produtora O2. Durante o encontro, as bases da construção da casa foram erguidas; a lousa acabou cheia de orientações. Agora temos o começo de uma história e os olhos dos integrantes do grupo ficaram brilhando mais ainda”, finalizou a estudante Natália Duarte.

Por: Alexia Finkelstein e Natália Duarte, do Idade Mídia